sábado, 6 de fevereiro de 2010




Quando o tempo percorre,
uma infinidade de caminhos,
e os dias se tornam longos e inacabados,
o lugar onde se está,se torna mal situado.

Quando o futuro é imprevisível,
e o presente um fardo constante,
as horas parecem intermináveis e errantes.

Então a saída é não correr.
Permanecer e explorar,
os meios de se chegar onde se quer estar.

2 comentários:

Riva disse...

Sem dúvida, a calma sempre foi e sempre será o melhor caminho. Abraços.

Poesias-Fran.R.M disse...

Sem paciência estamos e tempo nunca parece correr, o único jeito é ter paciência,viver o nosso presente com mais vivacidade e o tempo irá passar sem se perceber :)
Muito bom!

Bjs!

Postar um comentário